OS 10 PRINCIPAIS REQUISITOS DA IN-008/DAT/CBMSC QUE SUA CONSTRUTORA DEVE ATENDER

outubro 29, 2018

O sucesso e fama de uma construtora se faz no dia a dia, com a entrega de obras de qualidade e excelente valor de mercado. Com o avanço da internet em poucos segundos os clientes podem saber tudo sobre sua empresa, sejam pontos negativos ou positivos.

Então é por esse motivo que você, proprietário de uma construtora deve ter atenção a boa qualidade de seus serviços. Uma das ações que devem ser executadas com excelência é a entrega no imóvel no prazo certo, com toda a documentação correta.

O habite-se é a certidão final para atestar que o imóvel adquirido está dentro de todas as regras e legislação da cidade.

Se o seu imóvel é comercial e terá a instalação de gás, é requisito básico para a liberação do habite-se o cumprimento de todos as exigências do PPCI (plano de prevenção de proteção contra incêndios). Incluindo o cumprimento da IN-008/DAT/CBMSC que são normas a serem seguidas.

As normas visam padronizar a instalação do gás, possibilitando mais segurança para a população. O PPCI é o projeto que confirma que o seu estabelecimento é seguro, tem plano de prevenção contra incêndio e segue a instrução normativa (IN). Contudo no caso de um sinistro, o PPCI afirma que possui condições de auxílio para as pessoas presentes.

 

Mas afinal, quais são esses requisitos do IN?

Acompanhe a seguir os 10 principais requisitos presentes na Instrução Normativa.

 

1º - Área Exclusiva

Construção de área demarcada e sinalizada como central de gás, fora das construções em espaço aberto, a fim de que sejam armazenados os recipientes contendo o gás. O abastecimento deve ser realizado no local ou havendo a troca de cilindros.

 

2º - Rede de distribuição

Uma rede para a distribuição do gás deve ser construída fora das dependências do local a fim de que se houver vazamentos o gás, o mesmo não fique confinado. Os canos levaram da central de gás até o local onde será utilizado. São necessárias duas redes uma primária e outra secundária.

 

3º - Reguladores e medidores de gás

A pressão dentro dos canos e o consumo médio devem ser averiguados constantemente, a fim de que se descubra se não há vazamentos escondidos.

 

4º - Ambiente

O ambiente deve estar preparado para receber os dutos de gás. A excelente ventilação é um dos requisitos básicos para estar em conformidade no IN.

Se faz necessário a abertura de saídas permanentes de gás, são dois orifícios que podem ser de diferentes dimensões presentes nas paredes que geram contato com o lado externo da obra, essas aberturas permanentes circulam o ar puro 24h para o ambiente interno, forçando que o ar do ambiente se renove constantemente evitando acumulo de gás em caso de vazamento e possível explosão.

Para dar acabamento a essas aberturas, instalam-se sobre as mesmas, grelhas de ventilação, as mesmas não boqueiam a circular do ar, possuem tela contra insetos e suas “venezianas” impedem a entrada de chuva.

 

 

5º - Exaustão dos produtos de combustão

Tem a função de não deixar o gás retornar por onde já passou. Recicla o local onde o gás poderá estar puxando-o para fora.

 

6º - Pressões

As redes de distribuições não podem apresentar pressões maior que 1,5kfg/cm² para a primária, e 2,5kfg/cm² para a secundária.

 

7º - O abastecimento

A central do gás criada deve ser abastecida pela empresa responsável ou dutos que vem da rua. Jamais pessoas não autorizadas podem realizar a ação.

8º - Transporte

O gás deve ser transportado em recipientes adequados, na central do gás criada, deve-se haver a troca de cilindros se não houver abastecimento sob via pública.

 

9º - Tubulações

O encanamento específico criado não deve passar dentro das construções, somente é possível quando indústrias por exemplo, utilizam o gás ele pode passar dentro da construção na forma líquida.

 

10º- Cilindros

Os cilindros devem ser próprios para o uso, sendo vedada à utilização de terceiro. É necessário um cilindro reserva para cada um que será reabastecido, para residência de apenas um usuário de até 90kg fica dispensado o uso do cilindro reserva.

Essas foram as principais dicas para a construtora ficar por dentro das regras para poder entregar o seu imóvel corretamente.

 

Cliqui aqui para acessar a IN-008/DAT/CBMSC.

(c) Durak 2016. Desenvolvido por aleto